PERIAFRICANIA PRODUÇÕES

Loading...

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Lançamento da 3ª Marcha da Periferia acontece com ocupação de praça no “ centro histórico” de São Luís


No dia 5 de setembro acontece no centro historico de São Luis o lançamento da 3ª Marcha da Periferia em São Luís. A Marcha traz como tema “Reparações Já: Pelo Pagamento da Dívida Social Para Com o Povo Negro” em alusão aos 120 anos de falsa abolição da escravatura. Por conta disso, o lançamento ocorreu com a ocupação de uma praça no centro histórico da capital maranhense que, apesar de ter sido construídos por descendentes africanos no período colonial, tem sido marcado por um turismo econômico excludente e racista, principalmente depois o centro de São Luís foi tombado como patrimônio histórico da humanidade. Após a ocupação, chamada de reintegração de posse, a praça foi batizada pelo nome de “Quilombo Cultural Lagoa Amarela” em referência ao quilombo organizado por Negro Cosme durante a Guerra da Balaiada no Maranhão. De agora em diante todas as sextas-feiras Hip Hop, e atividades politicas e culturais com objetivo de lavar a periferia a ocupar um lugar construido pelos nossos antepassados e de aglutinar a juventude negra e pobre, os movimentos populares e a esquerda maranhense em torno deste espaço. Diversas entidades participaram do ato, dentre elas o Movimento Hip Hop Quilombo, que é o idealizador da Marcha da Periferia, o movimento Realidade do Gueto, o PSTU, a CONLUTE, a CONLUTAS e seu Novo Movimento Negro. As apresentações dos grupos de Hip Hop com Grafifi ao vivo eram intercaladas com intervenções emocionadas e discursos indignados com as condições de existência do povo negro. O artista Gêrô, torturado e morto pela polícia do governador Jackson Lago do PDT, foi lembrado reiteradas vezes, assim como foi denunciado a ocupação das periferias brasileiras e do Haití pelas Tropas de Lula . Uma semana antes deste lançamento, a coordenação da Marcha da Periferia promoveu um debate com os candidatos a prefeitura de São Luís para discutir políticas para a juventude negra da periferia, apenas os candidatos Welbson Madeira do PSTU e Paulo Rios do PSOL compareceram a ao debate como já era de se esperar. Monte a sua galera e venha ocupar toda sexta o nosso novo Quilombo Cultural, espaço de luta resistencia da juventude Negra de periferia.

Nenhum comentário: