PERIAFRICANIA PRODUÇÕES

Loading...

domingo, 21 de março de 2010

MORRE DINA DI, ESSA SIM GUERREIRA DE VERDADE


Morreu na madrugada deste sábado, dia 20 de março, uma das mais respeitada artistas do Hip Hop brasileiro, a rapper Dina Di que já tinha lançado seis discos em seus 17 anos de carreira. Diferente da governadora do Maranhão, a Roseana Sarney, que se intitula “guerreira” devido às inúmeras cirurgias a qual foi submetida nos hospitais mais caros do Brasil, a GUERREIRA Dina Di, como era reconhecida no meio do Hip Hop nacional, morreu de infecção hospitalar generalizada em um hospital público de São Paulo durante complicações do parto de sua filhinha Aline. Perde o Hip Hop nacional, perde as mulheres pobres, perde a periferia de um modo geral. Em nossa fortaleza tem uma pedra a menos, e não é uma pedra qualquer, é uma daquelas preciosíssima, em nosso exército tem uma guerreira a menos, e é uma daquelas da linha de frente que não se escondia atrás das suas rimas, pelo contrário, conforme dizia “Meu rap não é feito de meias-palavras/ quem escuta sabe até minha idade, minha personalidade”. Dina Di foi vitima do que ela tanto combatia e denunciava em suas canções, as desigualdades sociais que atinge mais ferozmente as mulheres pobres. Dina Di foi vítima da ineficiência de um sistema público de saúde sucateado propositalmente pelos governos para atender os interesses de meia dúzia de vermes capitalistas que controlam os planos de saúde e os hospitais privados. Dina Di foi mais uma vítima desse jogo sujo. Que sua morte sirva de lição para os inconseqüentes de calças largas do rap nacional, pois NÃO SÃO AS MULHERES DE PERIFERIA QUE DEVEMOS COMBATER EM NOSSAS RIMAS, mas os governos neoliberais que fazem dos hospitais públicos verdadeiros matadouros da população pobre. Que as lágrimas derramadas dos olhos de cada quebrada deste país em nome da guerreira Dina Di possam reanimar nossas energias para que possamos superar o quanto antes esse mundo de coveiros capitalistas. Esteja em um bom lugar GUERREIRA, pois em nossa caminhada você já está eternizada.

Nenhum comentário: